terça-feira, 16 de julho de 2019

A força divina é sua proteção permanente!

Seja feliz!
Dedique alguns minutos de seu dia à meditação, porque alguém iluminado não encontra trevas em seu caminho. Por onde passa, a luz se irradia de si mesmo, atingindo todos os que estão por perto. Mergulhe em seu íntimo e ouça a voz da sua consciência, que é a voz silenciosa de Deus falando dentro de você.  
A força divina é sua proteção permanente!

Dudé Viana

segunda-feira, 15 de julho de 2019

O tempo passa, as coisas mudam, as boas amizades ficam!

O tempo passa, as coisas mudam, as boas amizades ficam!
Foi ontem, uns dias atrás, na redação da Tribuna...

Uma ótima semana a todos!

Foto com Emmanoel Iohanan, Jardia Maia, Washington Ferreira Fontes e este que escreve.

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Bom final de semana a todos!

Bom final de semana a todos, que o tempo passe devagar
e a alegria chegue num piscar de olhos.

Dudé Viana está com Glacia Marillac

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Lá se foi o João Gilberto


Lá se foi o João Gilberto 
A voz inconfundível
A tônica da Bossa Nova
O violão inesquecível
Os acordes casadinhos
A dominante invencível.
Que Deus o receba em sua glória.
Descanse em paz, mestre João!
(Foto tirada da tv - Janeide Benevides).

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Dudé Viana - Fruto da Vida - e bate papo com Costa Júnior

                                               Foto: Pedro Wlgerlhes
Dudé Viana canta 'Fruto da Viada' no Parque das Dunas

Publicado no canal Dudé Viana no Youtube em 5 de julho de 2019

Hoje 5 de julho de 2019 completo 69 anos! Compus esta canção “Fruto da Vida”, após presenciar os conflitos de uma mendiga e ter ficado horas de reflexões... Vale a pena conferir esta história e outras neste bate papo com o exímio jornalista Costa Júnior e com a presença do ilustre escritor e pesquisador social Epitácio de Andrade Filho. Karla Celina e Suyanne Cristine. Clipe gravado e editado por Pedro Wlgerlhes na manhã de ontem, quinta-feira 04 de julho, no Parque das Dunas em Natal. Valeu equipe!

Agradeço a Deus pela minha vida, pela minha família e pelos meus amigos. Foram muitas bênçãos, muitos sorrisos e também muita dureza nesses anos de vida até aqui!

Fruto da Vida (Dudé Viana)

A gente se julga de aço
Faz mil loucuras e a vida padece
A gente é como a flor
Que brilha, que cheira e apodrece
A flor que prepara o fruto
O fruto que amadurece
E cai o fruto vida
E a vida desaparece.

Enquanto vida eu for
Cantarei o aroma da flor
Voarei por todos os campos
Feito uma abelha a procura da flor 
A flor que prepara o fruto 
O fruto que amadurece 
E cai o fruto vida 
E a vida desaparece. 

Como o sol dá a luz ao mundo 
E no bater do coração 
Dá sinal ao fruto da vida 
Entre a razão e a emoção 
O equilíbrio na avenida 
De andança e devoção 
E cai o fruto vida 
É a vida na outra mão. 

(Se curtir se inscreva no nosso canal e deixe um like aqui no vídeo. Muito obrigado a todos!)

sábado, 29 de junho de 2019

Amigos e amigas

Amigos e amigas:

Bom dia sábado e domingo
Saúde e paz no coração
Pais e filhos conversando
Com Deus na inspiração
E a vida abençoada
Com muita superação.

Eu nasci no meu sertão
De pedra e xiquexique
Na caatinga mais selvagem
Que nem terra de cacique
Mas era a vida uma beleza
Sem ladrão e sem trambique.

- Abraço musical a todos!

                                               Fotos: Josieliton Barboza
Dudé Viana no Serrote da Tropa, no município de São José do Brejo do Cruz - PB, durante a gravação do videoclipe sobre Jesuíno Brilhante, em 23 de junho de 2019.

Dudé Viana recorda infância no meio dos xiquexiques...

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Jesuíno Brilhante (Uma canção entre serras) com Dudé Viana e Conde Suassuna

                                                   Foto: Jardia Maia

Dudé Viana e Conde Suassuna na Casa de Pedra de Jesuíno Brilhante em Patu (RN)

Publicado no Youtube em 26 de jun de 2019

Música: Jesuíno Brilhante (Dudé Viana, Abaeté do Cordel e Luciano Melo). Videoclipe na Casa de Pedra de Jesuíno Brilhante, em Patu - RN (em 22 de junho de 2019), com participação do ator/cantor Conde Suassuna, e no Serrote da Tropa, em São José do Brejo do Cruz - PB (em 23 de junho de 2019), com trechos do Documentário “O Lugar da Morte de Jesuíno Brilhante” (2006), imagens cedidas pelo autor, o médico, escritor e pesquisador social Dr. Epitácio de Andrade Filho. Agradeço ao exímio escritor e amigo Dr. Epitácio Andrade, pelas imagens, e faço delas minha singela homenagem a seu Mário Valdemar Saraiva Leão (1907-2009) e ao saudoso cordelista e violeiro Chico Mota (1924-2011), e ainda minha saudação ao poeta repentista Antônio Silva, a Ricardo Veriano, a professora Natividade Saraiva e a todos que estão nas imagens! Muito obrigado ao ator/cantor Conde Suassuna (pela brilhante participação), a escritora/cinegrafista Jardia Maia (pela filmagem), a professora Maria Silva (assistente de produção), ao Didi (pelo carro), a Damião Gurgel (apoio cultural), ao professor Josieliton Barbosa (nosso guia) e a Pedro Wlgerlhes (pela edição do clipe). (Se curtir se inscreva no nosso canal e deixe um like aqui no vídeo. Muito obrigado a todos!) Que o Criador do Universo continue abençoando a todos e a mim! Jesuíno Brilhante (Dudé Viana / Abaeté do Cordel / Luciano Melo) Jesuíno Brilhante potiguar Na raiz de Patu foi bem gerado Um herói pelo povo consagrado Robin Hood das terras do lugar O seu modo preciso de atirar Inspirou o valente Lampião E em toda quebrada do sertão Bacamarte foi sempre seu parceiro Jesuíno cangaceiro justiceiro É lembrado com muita emoção. Sem querer Jesuíno conseguiu Adentrar nos anais da nossa história E na vida ganhou bela vitória Da memória do povo não saiu Afrontado com garra reagiu Das sangrentas guerrilhas escapou Dos poderes dos ricos libertou Este povo sofrido e tão marcado Jesuíno será sempre lembrado Pela vida valente que levou. Tanto tempo não pôde apagar As ações sociais de Jesuíno Que provou ser um grande nordestino Um guerreiro formado pra lutar Ele até já matou pra se vingar O algoz assassino dum irmão Que se foi por maldita traição A história está aí para contar Jesuíno circulou no lugar Foi brigar numa outra região. Paraíba foi seu ponto final Jesuíno perdeu uma batalha Foi tombado por uma grande falha E perdeu a destreza do punhal Emboscada de modo tão brutal Acertou o seu forte coração A notícia correu pelo sertão Ficam triste as beatas rezadeiras Foram só duas balas, mas certeiras Que jogou Jesuíno pelo chão.

                                                     Foto: Josieliton Barboza
Dudé Viana no Serrote da Tropa, local da morte de Jesuíno Brilhante, no município de São José do Brejo do Cruz (PB).