domingo, 10 de novembro de 2019

Numa Ferrari ou num fusca, se acreditar em você, vai chegar!

Se tiver que ir, vai abrindo caminhos à sua frente...
Não importa o tempo, não importa a distância, não importa o lugar.
Não importa o quanto demore, no tempo certo você vai acontecer!
Numa Ferrari ou num fusca, se acreditar em você, vai chegar! ...

Um ótimo domingo e uma maravilhosa semana a todos vocês amigos e amigas!
Um grande abraço!

Poeta Gélson Pessoa, Dudé Viana e o cinegrafista Rubens Medeiros

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Dudé Viana - Clipe: Buraco de Saudade

Música: ‘Buraco de Saudade’ (Dudé Viana / Luciano Melo / Hiury Souza). Clipe com participação do cangaceiro poeta Kydelmir Dantas, gravado em 26/10/2019 no município de Jaçanã/RN, na Pedra Redonda e no Sítio Chã da Bulandeira, que era do avô e ficou como herança para o pai de Kydelmir.

Nossos agradecimentos ao poeta Kydelmir Dantas, Nerizângela Silva, Hadilys Natiélyson, Carlos Jardel, Josefa Joyce, ao poeta Marcos Calaça, Fabiana Rufino, Cacá Medeiros, da Pousada Rural, Karla Celina e Pedro Wlgerlhes.

Ficha técnica:
Dudé Viana - voz e violão
João Salinas - violão de apoio
Jerônimo Tobias - áudio
Pedro Wlgerlhes - Imagens e edição de vídeo

Publicado hoje no Youtube

Buraco de Saudade
(Dudé Viana / Luciano Melo / Hiury Souza)

Nas subidas das serras do destino
Me feri, desprezei o sentimento.
Palmilhei os caminhos do tormento,
Me perdi e fiquei em desatino.
Vacilei e agi como menino,
Maltratei coração sem ter direito.
Hoje peço a meu Deus que dê um jeito,
Que regresse a mim minha beldade...
Escalei um buraco de saudade
No terreno profundo do meu peito.

Preparei logo um lote do meu solo,
Irriguei e adubei bem a semente.
Já enchi de harmonia o ambiente
E flori de beleza o meu colo.
Trouxe o cheiro de rosa a tiracolo,
Pra encher com amor todo meu leito.
Meu jardim sem você vai ser desfeito,
Pois a praga da dor traz crueldade...
Escalei um buraco de saudade
No terreno profundo do meu peito.

Não ganhar seu carinho é um suplício,
Hoje choro lembrando da partida.
Foi tão grande tristeza da minha vida,
Que eu bati bem na porta de um hospício.
Pra deixar de cair do precipício,
Já tentei resgatar o seu respeito.
Tudo o quanto desejas eu aceito
E até provo a você fidelidade...
Escalei um buraco de saudade
No terreno profundo do meu peito.

(Se curtir se inscreva no nosso canal e deixe um like aqui no vídeo. Muito obrigado a todos!)

sábado, 26 de outubro de 2019

Dudé Viana grava videoclipe de Buraco de Saudade em Jaçanã

Neste sábado (26) gravamos o clipe da música ‘Buraco de Saudade’ (Dudé Viana / Luciano Melo / Hiury Souza), na Pedra Redonda e no Sítio Chã da Bulandeira, que era do avô e ficou como herança para o pai do poeta Kydelmir Dantas, no município de Jaçanã (RN).
Nossos agradecimentos a Kydelmir Dantas, Nerizângela Silva, Hadilys Natiélyson, Carlos Jardel, Josefa Joyce, poeta Marcos Calaça, Fabiana Rufino, Cacá Medeiros (Pousada Rural), Karla Celina e Pedro Wlgerlhes (Imegens).
Aos amigos e amigas que gostam do nosso trabalho, aguardem a edição do nosso videoclipe e muito obrigado pela companhia!
Um grande abraço a todos!
(Fotos: Nerizângela Silva)















sábado, 19 de outubro de 2019

Olá, gente amiga!

Seja perseverante nas boas coisas da vida.
Para tocar violão, há necessidade de horas seguidas de estudo diário...
O que é estudo para o violonista, é a perseverança para qualquer outra atividade.
Não se deixe arrastar pelo esmorecimento.
Reaja com todas as forças que encontrar em seu coração, você terá a beleza da vida em volta de si mesmo. Acredite em você!

Um ótimo sábado e domingo e uma maravilhosa semana a todos!
Um grande abraço!

(Foto: Amanda Lima)

Dudé Viana

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Hoje no CAIC com Onesimar Carneiro e Lerson Maia

Hoje de manhã estive no Caic de Lagoa Nova, em Natal, com meu primo Onesimar Carneiro, professor de educação física que veio de Mossoró com a equipe de Baraúna para o Jern's... e o também professor de educação física Lerson Fernando Maia, ex diretor do IFRN, Campus Cidade Alta, Natal.

Lerson Maia, Onesimar Carneiro e Dudé Viana

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Dudé Viana no 3º Encontro da Família Ramalho


Sábado passado (12) estive em Caraúbas, minha cidade natal, prestigiando o 3º Encontro da Família Ramalho (para quem não sabe também sou Ramalho), foi tudo show no encontro.

Um grande abraço a todos!

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

TALVEZ SIM, TALVEZ NÃO!


TALVEZ SIM, TALVEZ NÃO!

Quem me dera ter a força
Pra um grande amor gritar
Mas como faço?
Se você aqui não está! ...

Isso só me faz lembrar
E se pra lá eu deixar
Mas esse sentimento?
Como vou deixar pra lá! ...

Quem me dera te esquecer
Toda vez que sai de mim
Mas como ser feliz?
Se você desaparecer! ...

O que te fez sumir
Agora me fez surgir
Isto é estar longe do fim?
Talvez sim, talvez não!
                                                    
Foto de Dudé Viana na subida da Serra do Panati em Marcelino Vieira/RN em 2016