quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Mensagem

Mensagem

Eu não perco a esperança
Ao ver a noite escurecer,
Tenho fé no outro dia
E no novo amanhecer,
O Sol traz a mensagem:
Deus não vai te esquecer!


Dudé Viana

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

"Assanhado!"

“Assanhado!”

Foi só você chegar
Para eu me assanhar,
Eu aqui no meu cantinho
Nem queria acarinhar,
Mas este teu beijo quente
Vem me fazendo ressonhar!

                                         (Foto: Andyara Andrade).
Dudé Viana na Serra do Panati, no município de Marcelino Vieira - RN, em 15/01/2016.

domingo, 15 de outubro de 2017

"Cheiro de Flor"

“Cheiro de Flor”

Eu sigo a mais bela flor
Que esmagada exala seu perfume,
E após a escuridão da noite
Ao sol cheira sem nenhum queixume,
E no lugar que estiver
Perfumar é o seu costume.

                                     Foto: Rubens de Andrade Medeiros
Dudé Viana na subida ao Pico do Cabugi em 4 de junho de 2017.

sábado, 14 de outubro de 2017

Amigos da Arte!

Amigos da Arte!

Cinco amigos e um destino
A arte de representar,
Um canta e outro toca
E mais dois a batucar,
E esse que não tocou
Poesia foi declamar,
No Pium feira mix
Que a arte quis registrar.

Na ordem: Dudé Viana (voz e violão), Fernandinho Régis (viola), Rariosvaldo Oliveira (poeta e pandeiro), Abaeté do Cordel (poeta) e Assis Barros (poeta e pandeiro).

Pousada do Conquistador - Pium (RN), 08/10/2017.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Abraço dos Humanos

“Abraço dos Humanos”

O que eu quero desta vida
São as boas saudações,
A minha riqueza eu carrego
Nos acordes das canções,
E no abraço dos humanos
A minha fonte de invenções.

Dudé Viana na praça do IFRN - Central - Natal (em 5 de setembro de 2017).

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Feliz Dia das Crianças!

A todas as crianças
que vivem a correr,
que são a promessa
que vai acontecer
também a esperança
do que queremos ver
e a inocência
que não queríamos perder.
Parabéns!
Criança de qualquer idade,
de qualquer rua ou cidade,
de qualquer canto do país
viva sua simplicidade!

Jade

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Dudé Viana lança 'A Aurora do Bem Querer' em clipe

Música: “A Aurora do Bem Querer” (Dudé Viana/Osmar Flores). Videoclipe gravado ao vivo no Pium Feira Mix / Pousada do Conquistador, na tarde deste domingo (08/10/2017). 
Com Dudé Viana (voz e violão), Fernandinho Régis (viola), Rariosvaldo Oliveira e Assis Barros (pandeiros) e Abaeté do Cordel (assistente de produção). E mais: Negôas Capoeira, Boi Castanha e artesãos e artistas que estiveram no Vuc Vuc Pium Feira Mix. 

Jardia Maia (filmagem) e Jory Studio (edição de vídeo).

- O nosso muito obrigado a todos!

Dudé Viana, Fernandinho Régis, Rariosvaldo Oliveira, Abaeté do Cordel e Assis Barros

Dudé Viana - A Aurora do Bem Querer - videoclipe postado no Youtube em 9 de outubro de 2017.

sábado, 7 de outubro de 2017

Fotos do show de Dudé Viana e Abaeté do Cordel no Nalva Melo Café Salão

Foi realizado com sucesso na noite desta sexta (6 de outubro), no Nalva Melo Café Salão, Ribeira - Natal/RN, o Show/Recital de Dudé Viana e Abaeté do Cordel, participação do Fernandinho Régis (na viola) e do poeta Matias Versutti.

(Fotos: Jardia Maia).

Dudé Viana e Fernandinho Régis...


Abaeté do Cordel e Dudé Viana


Dudé em bate-papo com a plateia


Matias Versutti, Dudé Viana e Fernandinho Régis

Amigos e artistas se misturam em fotos e bate-papo... 


Jardia Maia e seus selfies...


Janille Fernandes - modelo do videoclipe de Dudé Viana "O Andarilho e Clarisse" na Praia de Muriú - RN.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Dudé Viana lança videoclipe O Canto da Aldeia

Amigos (as), eis aqui mais um tanto da nossa luta cultural, desta vez no Sítio Histórico e Ecológico Gamboa do Jaguaribe, com participação dos amigos
Marcos Capoeira, Abaeté do Cordel, Matias Verzutti, Eliz Pankararu, Emília Carla, Ricardo Percussão, Lerson Fernando, Diná Verzutti e outros.

Filmagem: Jardia Maia
Edição de vídeo: Pedro Wlgerlhes.

Dudé Viana - O Canto da Aldeia (Dudé Viana/Rodrigues Neto), postado no Youtube em 03/10/2017.

Diná Versutti, Emília Carla, Marcos Capoeira, Ricardo Percussão, Matias Versutti e Dudé Viana.

domingo, 1 de outubro de 2017

Dudé Viana grava videoclipe da música 'O Canto da Aldeia'

Na manhã deste domingo (1 de outubro), gravamos o videoclipe oficial da música "O Canto da Aldeia" (Dudé Viana / Rodrigues Neto), na Gamboa do Jaguaribe, na Zona Norte de Natal.

Filmagem de Jardia Maia e participação de grande elenco de amigos.

Aguardem a edição!

Abaeté do Cordel, Marcos Capoeira, Diná Verzutti e Matias Verzutti e Emília Carla, (em pé). Lerson Fernando, Ricardo Percussão, Dudé Viana e Eliz Pankararu, (sentados). 

Marcos Capoeira, Diná Verzutti e Matias Verzutti e Emília Carla, (em pé). Lerson Fernando, Ricardo Percussão, Dudé Viana, Jardia Maia e Abaeté do Cordel, (sentados). 



segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Musical: O Sol, o Vento e a Chuva

A pedido de amigos postei essas fotos.
Em 1977/78, este Cantautor escreve o musical infantil "O Sol, o Vento e a Chuva" e com a amiga cantora/atriz Maria Zenaide monta a peça e percorre escolas e teatros da periferia do Rio de Janeiro por 2 anos... No elenco: o ator Lai (o Sol), Dudé (o Vento) e Zenaide (a Chuva).
O grupo fundado por Dudé e Zenaide se chama Grupo de Teatro Sem Nome, com sede na Av. Gen. Osvaldo Cordeiro de Farias, 77 - Mal. Hermes, Rio de Janeiro - RJ.
Os ensaios acontecem sempre no Teatro Armando Gonzaga, nº 511 da mesma avenida, onde a peça também fica em cartaz alguma vezes.
(Fotos: Wagner Soeiro dos Santos).









domingo, 24 de setembro de 2017

Dudé Viana com amigos na Gamboa do Jaguaribe

No final da tarde deste sábado (23 de setembro), o cantor e compositor Dudé Viana esteve com o poeta Abaeté do Cordel, da Casa do Cordel, e Geraldo Maia, do programa Cafundó, visitando a Gamboa do Jaguaribe (Sítio histórico e ecológico destinado a educação ambiental e ao estudo de culturas indígenas). A Gamboa fica na Rua Novo Paraíso, Salinas - Zona Norte, Natal-RN.

Dudé Viana, Abaeté do Cordel, Geraldo Maia e Iran Torres (Jaguar) da Gamboa



                                                          

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Show/Recital com Dudé Viana e Abaeté do Cordel

Dudé Viana e Abaeté do Cordel, Nalva Melo Café Salão - Ribeira - Natal, dia 06 de outubro a partir das 19h.




Dudé Viana tem na bagagem: dois discos de vinil, cinco CDs e três coletâneas com vários artistas da MPB: uma em Natal e duas no Rio de Janeiro, um DVD gravado com amigos no Rio Grande do Norte, Amapá, Rio de Janeiro e Distrito Federal e diversos shows realizados em todo o Brasil, Dudé Viana selecionou juntamente com Abaeté do Cordel um repertório especial de 14 canções para apresentar neste show/recital, músicas do novo CD de Dudé Viana “Flor no Deserto” e outras.

O espetáculo inclui canções que Dudé compôs sozinho e outras em parceria como ‘Semblante’ (Dudé Viana / Jornalista-compositor Roberto Homem), ‘Desejo’ (Dudé Viana / Poeta Plácido Amaral), ‘O Canto da Aldeia’ (Dudé Viana / Poeta Rodrigues Neto), ‘Oração Pela Terra’ (Dudé Viana / Poeta Diógenes da Cunha Lima), ‘O Pilão Sertanejo’ (Dudé Viana / Folclorista Deífilo Gurgel), ‘Rio Pitimbu’ (Dudé Viana / Fotógrafo Rubens Medeiros / Poeta Jadson Lima), ‘Jangadeiro’ (Dudé Viana / Músico-poeta Celso Pinheiro), ‘Xote da Mangaba’ (Dudé Viana / Músico-poeta Antônio Alonso), ‘A Mulher Mais Linda’ (Dudé Viana / Poetisa Jardia Maia) e ‘Flor no Deserto’ (Dudé Viana / Músico-poeta Pedro Wlgerlhes).


Dudé Viana e seu inseparável violão


Dudé Viana (José Viana Ramalho) nasceu no município de Caraúbas/RN, em 5 de julho de 1950. Cantor e compositor, começou sua carreira musical no ano de 1972, em Natal, e não parou mais de cantar e andar pelo país. Representante de uma corrente de música popular brasileira, com raízes nordestinas, canta e toca de uma maneira original e intimista, conduzindo o ritmo ao violão e à voz. Dudé Viana é um talento nato: influenciado por violeiros que sempre faziam cantoria na residência do seu avô, João Francisco Viana, aos 10 anos já tocava gaita no interior do RN e logo depois aprendeu a tocar violão e a compor músicas.

Discografia: “Seca no Sertão” (1980); “Embaixo das Estrelas” (1987) com a cantora/atriz Maria Zenaide; o CD “Violas e Cantigas” (1997) com participação do cantor/compositor Delei Duarte; o CD “Acredite em Você” (2002); o CD Acústico e ao vivo “Papo Show - isso só acontece comigo! ” (2009) com participações do grupo Meirinhos do Forró (hoje Forró Meirão) e do saudoso sanfoneiro Caçula Benevides; o CD “O Andarilho das Canções” (2011); o DVD “O Andarilho das Canções - Dudé Viana e amigos” (2013) e seu mais recente trabalho o CD “Flor no Deserto” (2016) com participação do cantor Cláudio Saraiva.

Coletâneas: CD “Marechal Hermes - 90 anos de encontros musicais”, AsCEM (2002), no Rio, com a música ‘Toque a Vida’ (Dudé Viana); o CD da Assembleia Cultural - AL/RN (2006), em Natal, com a música ‘Acredite em Você’ (Dudé Viana); o CD “Marechal Hermes - 95 anos de encontros musicais”, AsCEM - RJ (2008), com a música ‘Ah! Se eu fosse um poeta’ (Dudé Viana/Salete Pimenta Tavares) e participação do saudoso cantor/compositor Tico da Costa no violão solo. 


Participação especial do Abaeté do Cordel com interlúdios poéticos...


Abaeté do Cordel (Erivaldo Leite de Lima) nasceu no município de Sertânia/PE, em 19 de dezembro de 1960. Viveu quase toda a sua adolescência em Caruaru. Poeta cordelista desde os dez anos de idade, radicado no Rio Grande do Norte há 30 anos, reside em Natal e se considera um Pernampo (Pernambucano - Potiguar).

Abaeté do Cordel é idealizador e fundador da Casa do Cordel, que há 10 anos se dedica à cultura popular no RN, espaço dedicado aos folhetos de cordel e que ajudou a dar novo fôlego a esta arte. Abaeté recebe na Casa do Cordel professores e alunos de escolas da rede pública e privada para palestras, oficinas e debates. Tem quatro livros e centenas de cordéis publicados. Na sua participação especial no Show/Recital, fará interlúdios poéticos entre canções com Dudé Viana. 

Serviço:

Show/Recital: Dudé Viana e Abaeté do Cordel
Local: Nalva Melo Café Salão - Av. Duque de Caxias - Ribeira - Natal,
06 de outubro, a partir das 19h. Ingresso promocional R$ 10,00.
Venda antecipada na Casa do Cordel - Rua Vigário Bartolomeu, 605 - Cidade Alta - Natal.
Info: (84) 99648 7947 / 99954 6865. 

domingo, 17 de setembro de 2017

[Epílogo] 1º Encontro da Família Ramalho em Caraúbas

Na manhã deste sábado (16 de setembro), no Espaço Maria Júlia, em Caraúbas - RN, foi realizado com muito sucesso o Primeiro Encontro da Família Ramalho. Durante o dia uma feijoada completa e deliciosa foi servida e muita gente participando, falando, cantando, com sorteio de brindes e todas as atividades foram um sucesso. Eu também adorei participar!

Parabéns ao primo Wandilson Ramalho, à colunista Tica Soares, a Josemberg Ramalho e aos demais primos da organização do encontro!


Dudé Viana em família no Espaço Maria Júlia


Minha entrevista ao Harrison Sena da TV Caraúbas


A minha irmã Gesamar Benevides ladeada pelas misses de Caraúbas, Thainá dos Santos - 2017 e Vitória Fernandes - 2016.


Luiz Ramalho, Dudé Viana, Josemberg Ramalho e Isaac Ramalho.

O crachá que vou guardar pra sempre na história.


Epílogo - Família Ramalho

João Ramalho: Aventureiro, náufrago e português, pouco se sabe como e quando João Ramalho chegou às costas do litoral sul do Estado de São Paulo. Alguns registros datam sua presença logo em 1512 quando se radicou em São Vicente e fez amizade com os índios e fundou ali a atual Santo André. Casou-se com a índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá e se tornou Capitão das terras de Piratininga, atual São Paulo. Era amigo de Martin Afonso e lhe prestou auxilio e informações preciosas sobre a terra e fortificações. Viveu mais de 90 anos e teve muitos filhos. Sua descendência deu origem a árvore genealógica da família paulista.

A família Ramalho já existia no século XV porque Gonçalo Anes Ramalho casou-se com Branca Anes de Queirós, filha de Fernão Álvares de Queirós. Conforme alguns, os Ramalho provém de João Anes Ramalho, casado com Ana de Gouveia, filha de João de Gouveia, senhor de Valhelhas, Almendra, Castelo Melhor, Castelo Bem. Ramalho pela ausência de preposição, mostra vir de alcunha. De Portugal a família passou para Pernambuco, depois para Paraíba e Rio Grande do Norte, onde se fixou na Serra de João do vale, Município de Campo Grande, passando dali para o Vale do Açu, para Macau e Apodi, como nos informa o primo pesquisador João Pegado de Oliveira Ramalho.

O Sr. Ozaniro Eustáquio de Oliveira (Ozaniro Canela) que nasceu e foi criado na fazenda Língua de Vaca e que chegou a conhecer meus avós e irmãos do meu avô Ramalho, conta que: nos fins do séc. XIX Cândido Pedro Ramalho, José Pedro Ramalho, Valério Pedro Ramalho (três irmãos), foram para a Amazônia trabalhar naquelas terras. Os outros irmãos, Félix Pedro Ramalho, Leandro Pedro Ramalho e André Pedro Ramalho, não foram para a Amazônia. Os três irmãos que viajaram, após trabalharem muito tempo tiveram problemas com o patrão e foram vítimas da mão de obra escrava. Eles se acharam prejudicados e resolveram fazer justiça com as próprias mãos. Não se sabe ao certo o que fizeram, mas se sabe que eles obrigaram o devedor a pagar o que lhes devia e, talvez, até o que não devia, porque depois tiveram que voltar para o Rio Grande do Norte as pressas e por medo de serem presos, não foram Campo Grande e sim para a Pedra de Abelha, no Município de Apodi (atual Felipe Guerra), onde já morava o irmão Félix e a única irmã Maria Salomé Ramalho. Em Pedra de Abelha todos se casaram e reconstruíram suas vidas trabalhando na terra, mas continuaram pobres e morando no Sítio Língua de Vaca.

Cândido Pedro Ramalho se casou com Maria da Paz Carneiro (meus avós) e tiveram oito filhos: Raimundo Pedro Benevides (o Raimundo Benevides), Abraão Benevides Carneiro, Francisco Benevides Carneiro (o Chiquinho de André), Pedro Ivo Benevides, Antonino Benevides Carneiro, Luzia Benevides Ramalho, José Daniel Carneiro (meu pai) e Luís Cândido Benevides. Formou assim a junção de várias famílias na cidade de Caraúbas como Fernandes Pimenta, Praxedes, Gurgel, Oliveira e outras.

(Trechos do livro “A Saga Benevides Carneiro”, da minha autoria, que lancei em 2006 e sua segunda edição em 2010).

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

SHOW/RECITAL com Dudé Viana e Abaeté do Cordel

Amigos e amigas, vocês são todos nossos convidados e nos darão enorme alegria se puderem fazer parte do nosso “SHOW/RECITAL”, em 6 de outubro, sexta-feira, a partir das 19 horas no Café Salão Nalva Melo.

Desde já agradecemos a presença de todos!


terça-feira, 12 de setembro de 2017

Um pouco do 1º Encontro de Cordelistas em Ceará-Mirim - RN

No último domingo (10 de setembro), aconteceu com sucesso o 1º Encontro de Cordelistas em Ceará-Mirim (RN), idealizado pelo professor e poeta Cosme Lopes, com participação dos poetas Abaeté do Cordel, Emecê Garcia, Nando Poeta, Américo Pita, Tamires Macêna, Elvis Miranda, Vera Lúcia, do xilógrafo Erick Lima e dos cantores e compositores Chico Seridó e Dudé Viana, entre outros, e o técnico Marcos Augusto (Marcos Som).

Dudé Viana, Abaeté do Cordel e o técnico Marcos Augusto

Poeta Cosme Lopes

Dudé Viana e Abaeté do Cordel

Dudé Viana e Abaeté do Cordel

Nando Poeta e Chico Seridó

Cosme Lopes e Abaeté do Cordel

Poeta Emecê Garcia e Chico Seridó

Chico Seridó

 Cosme Lopes e o poeta Américo Pita

Poeta Tamires Macêna

Poeta Elvis Miranda

Poetisa Vera Lúcia

Elenco de artistas...

O xilógrafo Erick Lima, Tamires Macêna, Abaeté do Cordel, Griselda, Vani Fragosa e Dudé Viana...