quinta-feira, 12 de janeiro de 2023

Dudé Viana lança clipe de A Pior Escravidão

Música: ‘A Pior Escravidão’ (Dudé Viana). Clipe gravado no final da tarde desta quarta-feira (11/01/2023), na Praça Dom Vital - Cidade Alta, Natal - RN. Áudio e imagens captadas pelo poeta cordelista Gélson Pessoa. Obrigado, amigo! Saúde e paz, amor e trabalho a todos!

A Pior Escravidão (Dudé Viana) Diz que a pior escravidão É a escravidão mental Nascemos para ser livres Nem todos querem o essencial Para ser livre e pensar Como um ser racional Tem gente que gosta de paz E outros de confusão Tiram a tua liberdade Te põem na escravidão Assim o maior castigo É a escravidão mental Você dá em você mesmo Uma rasteira fatal.

Gente amiga! Se você gostou, se inscreva no nosso canal e deixe um like, um comentário, compartilhe... Obrigado, de coração! Contatos: 84 996487947 (Whatsapp) E-mail: dudeviana@gmail.com (Chave PIX) Facebook.com/Dudé Viana Dudé Viana (@dudeviana) Instagram
Dudé Viana (@dudeviana) Twitter.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2022

Dudé Viana lança o DVD de 2013 "O Andarilho das Cancões - Dudé Viana e amigos" (40 Anos de carreira)

Olá, gente amiga! - que apoia e curte meus clipes no youtube! Pois bem, amigos e amigas, o meu DVD de 40 anos de carreira completos em 2012 saiu em 2013. Percorri várias regiões do Brasil com ele, tanto para gravar, quanto para lançar, e agora a pedidos publiquei no meu canal do youtube.com/@dudeviana. Quem ainda não assistiu e deseja assistir chegou a hora!
 
Eis aqui meu dvd de 40 anos de carreira e andanças culturais. Sou muito grato aos amigos e amigas que me apoiaram nesse projeto de 2013. Agora: Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde e paz no coração de todos vocês e suas famílias!  Um forte abraço musical em 2023!

sábado, 17 de dezembro de 2022

Dudé Viana e Patrícia Almeida lançam clipe 'Beco da Lama' gravado ao vivo nesse espaço cultural

Música: ‘Beco da Lama’ (Dudé Viana / Rodrigues Neto & Luiz Cláudio). Videoclipe com participação da poetisa/cantante Patrícia Almeida, gravado ao vivo na manhã de sábado (10/12/2022), no espaço cultural Beco da Lama no Centro Histórico de Natal - RN.

Apoio técnico: Professor Lerson Maia, o músico/cantor Ramalho, o poeta Luiz Cláudio e o cinegrafista Vital Junior.
Agradeço de coração a todos pela força voluntária no nosso clipe.
Patrícia Almeida
Lerson Maia
Ramalho
Luiz Cláudio
Rodrigues Neto (em memória)
Vital Junior.

Beco da Lama (Dudé Viana / Rodrigues Neto & Luiz Cláudio) No Beco da Lama, tem gente que ama O lugar é pequeno embora ameno De dia, faz sol, de noite é sereno Na mesa do bar, se traça um programa O beco é um mundo, um suave veneno A bonita mulher acena um drama Olhe o tempo, a coisa, o copo está seco Veja a vida, a avenida ou pegue o beco No beco, alguém precisa duma cama Outro alguém deseja uma refeição Um boêmio solfeja uma canção Uma menina arquiteta uma trama É a paixão, é a vida, é o coração É satisfação no beco da lama! Olhe o tempo, a coisa, o copo está seco Veja a vida, a avenida ou pegue o beco No Beco da Lama, o bom é viver As pessoas revelam simpatia Ali se juntam amor e alegria No Beco da Lama; há muito prazer Qualquer um pode ter amor e abraçar Qualquer um pode vir ver e sonhar Olhe o tempo, a coisa, o copo está seco Veja a vida, a avenida ou pegue o beco.

Gente amiga! Se você gostou, se inscreva no nosso canal e deixe um like, um comentário, compartilhe... Obrigado, de coração! Contatos: 84 996487947 (Whatsapp) E-mail: dudeviana@gmail.com (Chave PIX) Facebook.com/Dudé Viana Dudé Viana (@dudeviana) Instagram
Dudé Viana (@dudeviana) Twitter.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2022

Livro: A Saga Benevides Carneiro! Agora disponível.

Olá gente amiga! 

Leia grátis o nosso livro já publicado! Conheça a saga da família Benevides Carneiro desde sua origem na Espanha até a sua chegada ao Rio Grande do Norte. Saiba da sua junção com as famílias Fernandes, Gurgel, Praxedes (derivada delas) e Ramalho, entre outras. Sua ramificação na cidade de Caraúbas e adjacências, na Região Oeste potiguar. 

São anos de sombras e luzes, de bonança e trovões - que ressoam os gritos de paz que podem ser sinais de brados retumbantes. 

Fiel à história, mas sem nenhuma vaidade ou pretensão literária.

O autor.

Obrigado ao amigo Ivan Júnior, da Offset Gráfica e Editora, pela conversão do livro em PDF!
Clique aqui no link e boa leitura!  

Recebi vários pedidos para fazer outra edição, mas resolvi não fazer, a primeira edição em 2006 e a segunda em 2010, que esgotou em 2014, já foi difícil vender e pagar os compromissos, imagine se fosse hoje, seria muito mais difícil.

Saúde e paz, gente amiga!

domingo, 11 de dezembro de 2022

Dudé Viana e Patrícia Almeida gravam clipe da música 'Beco da Lama', em homenagem ao espaço cultural homogêneo

Na manhã de ontem, sábado (10), gravamos ao vivo a música 'Beco da Lama' (Dudé Viana / Rodrigues Neto e Luiz Cláudio), em homenagem ao espaço cultural Beco da Lama, em Natal - RN, com participação da Patrícia Almeida. 

Dudé Viana e Patrícia Almeida

No apoio: o professor Lerson Maia, o cantor Ramalho, este cantautor, o poeta Luiz Cláudio, a poetisa/cantora Patrícia Almeida e o cinegrafista Vital Junior.

terça-feira, 22 de novembro de 2022

Biografia de Dudé Viana atualizada

Biografia de Dudé Viana

Dudé Viana (José Viana Ramalho) é natural do município de Caraúbas/RN, nasceu no Sítio Poço Redondo, no dia 5 de julho de 1950.  Cantor, compositor e violonista, Dudé se mudou para Natal em 1969. Nesta cidade foi feirante e vendia frutas e verduras com um tio, depois foi cobrador de ônibus interurbano na extinta empresa Autoviária Cabral nas linhas: Natal - Assu, Natal - São Rafael e Natal - Caraúbas, quando em uma de suas idas a Caraúbas trouxe de carona sua mãe e seus oito irmãos para Natal.

Começou sua carreira musical no ano de 1972, em Natal, e não parou mais de cantar.  Representante de uma corrente de música popular brasileira, com raízes nordestinas, canta e toca de uma maneira original e intimista, conduzindo o ritmo ao violão e a voz. Dudé Viana é um talento nato: influenciado por violeiros que sempre faziam cantoria na residência do seu avô, João Francisco Viana, aos 10 anos já tocava gaita no interior do RN e logo depois aprendeu a tocar violão e a compor músicas.

Em 1974, foi para o Rio de Janeiro, onde fez alguns trabalhos na noite, e de lá foi, em 1975, para São Paulo, onde atuou na noite. Retornou para o Rio de Janeiro no final de 1976. Foi quando em escreveu o musical infantil “O Sol, o Vento e a Chuva”, que montou em um grupo de teatro no bairro de Marechal Hermes, com a atriz/cantora Maria Zenaide. Ficaram dois anos em cartaz em teatros e escolas da periferia do Rio de Janeiro. Do final da década de 70 até 1982, fez parte do grupo musical “Galho Seco”, no bairro de Bangu, e compôs canções em parceria com os músicos Antônio Alonso e Celso Pinheiro, entre outros.

Atualmente, com sete discos individuais na bagagem, três coletâneas divididas com outros artistas e diversos shows realizados em todo o Brasil, Dudé Viana compôs canções em memória de escritores e poetas potiguares: “Outdoor de Cultura Popular" (homenagem de Dudé a Luís da Câmara Cascudo), "O Pilão Sertanejo” (poema do professor e folclorista Deífilo Gurgel musicado por Dudé) e “A Ponte” (poesia de Zila Mamede a qual Dudé musicou).

Não é demais lembrar que "A Ponte" foi incluída na trilha sonora do curta “Pegadas de Zila”, do cineasta Valério Fonseca, estrelado pela atriz Rosamaria Murtinho. O filme ganhou prêmio do Banco do Nordeste como melhor temática nordestina no 7º Fest Aruanda, realizado em João Pessoa/PB, no ano de 2011.

Discografia: “Seca no Sertão” (1980), “Embaixo das Estrelas” (1987), este com a cantora e atriz Maria Zenaide, o CD “Violas e Cantigas” (1997), o CD “Acredite em Você” (2002), o CD Acústico e ao vivo “Papo Show - isso só acontece comigo!” (2009), com participações do grupo Meirinhos do Forró (atual: Forró Meirão) e do sanfoneiro Caçula Benevides, o CD “O Andarilho das Canções” (2011) e o seu mais recente trabalho, o CD “Flor no Deserto” (2016).

Em 2013, Dudé Viana gravou o seu DVD de 40 anos de música, intitulado: “O Andarilho das Canções – Dudé Viana e amigos”, gravado no Rio Grande do Norte, em Macapá, no Rio de Janeiro e Distrito Federal. 

Participou de importantes projetos coletivos de discos como “Marechal Hermes - 90 anos de encontros musicais”, AsCEM (2002), no Rio, com a música de sua autoria ‘Toque a Vida’, do CD da Assembleia Cultural - AL/RN (2006), em Natal, com a música de sua autoria ‘Acredite em Você’, e do CD “Marechal Hermes - 95 anos de encontros musicais”,AsCEM - RJ (2008), com a música ‘Ah! Se eu fosse um poeta’, de sua autoria em parceria com Salete Pimenta Tavares. E ainda “Seis e Meia”, no Rio e em Natal, “Fim de Tarde” no Rio e shows no “SESC/São Paulo”, e em espaços de diversos estados brasileiros como Distrito Federal, Amapá, Minas Gerais e Paraná. 

Dudé Viana teve vários artigos publicados em jornais já extintos como “Notícias Populares”, de São Paulo, “Gazeta de Notícias”, do Rio de Janeiro, e “Diário de Natal”.  E outros que continuam nos dias atuais em Mossoró e Natal como “Jornal de Fato”, “Jornal Zona Sul” e “Tribuna do Norte”.

Em 2006, Dudé Viana lançou o livro "A Saga Benevides Carneiro", da sua autoria, que enfoca a verdadeira e interessante história da família Benevides Carneiro desde sua origem na Espanha até sua chegada ao Rio Grande do Norte, no século XVIII, e seus dias atuais... Sua junção com as famílias Fernandes, Gurgel, Praxedes (derivada dela) e Ramalho entre outras. Com 2ª Edição lançada em 2010.

Em 2009, A Câmara Municipal de Apodi, confere título de cidadão apodiense a Dudé Viana, pelos relevantes serviços prestados à cidade de Apodi.  A Câmara Municipal do Rio de Janeiro, confere voto de louvor e reconhecimento a Dudé Viana, no dia 7 de outubro, Dia Nacional do Compositor.

No momento, Dudé Viana atua na produção de shows e de videoclipes para o seu canal Dudé Viana - youtube. com/@dudeviana

Dudé Viana no Porão das Artes em 16/10/2022

Foto: Porão das Ates - Nelson Rebouças 

quarta-feira, 9 de novembro de 2022

Dudé Viana e Isaac de Paula lançam clipe da Oração de São Francisco no Youtube

@música: 'Oração de São Francisco' com Dudé Viana e Isaac de Paula, na Pedra do Rosário, em Natal / RN. Clipe gravado no final da tarde desta terça-feira, 8/11/22, por Emmanoel Iohanan.

Gratidão aos amigos: cantor Isaac de Paula e poeta Emmanoel Iohanan.
Saúde e paz, gente amiga que curte o canal deste cantautor!
Um forte abraço musical!

Oração de São Francisco Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz Onde houver ódio, que eu leve o amor Onde houver ofensa, que eu leve o perdão Onde houver discórdia, que eu leve a união Onde houver dúvida, que eu leve a fé Onde houver erro, que eu leve a verdade Onde houver desespero, que eu leve a esperança Onde houver tristeza, que eu leve a alegria Onde houver trevas, que eu leve a luz Ó mestre, fazei que eu procure mais Consolar que ser consolado Compreender que ser compreendido Amar que ser amado Pois é dando que se recebe É perdoando que se é perdoado E é morrendo que se vive Para a vida eterna Ó mestre, fazei que eu procure mais Consolar que ser consolado Compreender que ser compreendido Amar que ser amado Pois é dando que se recebe É perdoando que se é perdoado E é morrendo que se vive Para a vida eterna.
Se você gostou, se inscreva no canal e deixe um like aqui no clipe. Muito obrigado, de coração!



Fotos de Dudé Viana e Isaac de Paula feitas pelo poeta Emmanoel Iohanan
Contatos: 84 996487947 (Whatsapp) E-mail: dudeviana@gmail.com (Chave PIX) Facebook.com/Dudé Viana Dudé Viana (@dudeviana) Instagram
Dudé Viana (@dudeviana) Twitter