segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Dudé Viana lança clipe 'A Guerra das Bancadas' no Youtube

Música: A Guerra das Bancadas (Dudé Viana). Na manhã deste domingo, 25/09, o cantar notável de uma pequena ave no quintal da casa da minha irmã Gesamar, em Natal, me seduziu a cantar essa canção com ela, a 8 dias das eleições gerais no Brasil em 02/10/2022.

Uma boa eleição, gente amiga! Saúde e paz a todos vocês!
Um forte abraço musical!

A Guerra das Bancadas (Dudé Viana) Amigo, me ensina o caminho Sou como uma criança aprendendo andar Amigo, qual é o meu destino? Diga-me por favor onde vou chegar! Fico triste quando vejo A guerra das bancadas! Não há paz na Esplanada! Por que tanta ganância e tanta briga por poder? E a população sempre enganada! Deus me proteja do mal traiçoeiro E me dê a calma de gente pensada A minha voz vem da voz da maioria Na democracia bem estampada!

Olá, gente amiga! Se você gostou, se inscreva no nosso canal e deixe um like, comentário ou compartilhe. Obrigado, de coração! Contatos: 84 996487947 (Whatsapp) E-mail: dudeviana@gmail.com (Chave PIX) Facebook.com/Dudé Viana Dudé Viana (@dudeviana) Instagram
Dudé Viana (@dudeviana) Twitter.

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

Dudé Viana lança clipe - Um Canto à Praia de Muriú - no Youtube

Música: Um Canto à Praia de Muriú (Dudé Viana / Rodrigues Neto e Luiz Cláudio). Clipe gravado no início da noite de sexta-feira, 9 de setembro de 2022, durante o 1º Encontro Cultural no Calçadão da Praia de Muriú / RN

Participantes do encontro:

Professor e poeta Luiz Cláudio Professor e poeta Rodrigues Neto Poeta cordelista Paulo Varela
Poeta cordelista Cosme Lopes Ativista e produtor cultural Moura Galvão O artista indígena Porãngueté Professor Alexandro Maia Jornalista e professora Antônia Albuquerque Participação dos Alunos da Escola Estadual de Tempo Integral Augusto Xavier de Góis Participação dos Alunos da Escola Municipal Augusto Xavier de Góis Entre outros poetas.
Filmagem: Vital Júnior Edição de vídeo: Pedro Wlgerlhes
Obrigado a todos pelo apoio!

Um Canto à Praia de Muriú (Dudé Viana / Rodrigues Neto e Luiz Cláudio) Ceará Mirim, você Coisa bela eu posso ver Porto Mirim tem mar manso Já a Prainha é bravo mar O coqueiro a balançar Convida para um descanso Quero ver, eu quero olhar Quero ir ao meio do mar Vou de barco ou de jangada É o meu sonho principal Ver piscina natural Muriú é praia amada Amanhã pela manhã Eu quero ver Jacumã Ao lado de uma pessoa Sentir prazeres diversos Recitar uns belos versos Conhecer sua lagoa Olá, gente amiga! Se você gostou, se inscreva no nosso canal e deixe um like, um comentário ou compartilhe. Obrigado, de coração! Contatos: 84 996487947 (Whatsapp) E-mail: dudeviana@gmail.com (Chave PIX) Facebook.com/Dudé Viana Dudé Viana (@dudeviana) Instagram
Dudé Viana (@dudeviana) Twitter

domingo, 11 de setembro de 2022

Dudé Viana - Vale dizer, que a pior escravidão é a mental

Olá, gente amiga! Vale dizer, que a pior escravidão é a mental. Nascemos para ser livres, mas só assim somos quando raciocinamos livremente. Estamos vivendo no século da luz, do conhecimento, mas com uma onda desordenada que envolve a todos. Acho que a melhor opção é viver com equilíbrio, mesmo dentro da agitação desordenada.

Saúde e paz, gente amiga! Um ótimo domingo e uma semana harmoniosa!
Um forte abraço musical!

Dudé Viana no Estúdio da TVU - UFRN em Natal.

Foto: Érica Lima.

quarta-feira, 7 de setembro de 2022

Dudé Viana - Canto de Liberdade - para celebrar os 200 anos da Independência do Brasil

Oi, gente amiga! Para celebrar os 200 anos da Independência do Brasil, neste 7 de setembro, compartilho ‘Canto de Liberdade’, que compus no final de 1984, antes da Constituição Federal de 1988 e antes da Internet (que ouvia falar), mas que continua atual até hoje.

Já a cantei em diversos eventos por esse país afora e a mesma faz parte dos meus CDs “Acredite em Você” (2002) e do cd ao vivo “Papo show, isso só acontece comigo!” (2009), e deste clipe na Casa de Pedra da Serra de Martins/RN, em 2015, com os amigos poetas Emmanoel Iohanan e Washington Ferreira Fontes, e a fotógrafa Giovanna Silva, de 9 anos de idade.


Muita saúde e paz, gente amiga!
Um forte abraço musical!

Viva o Brasil!

segunda-feira, 5 de setembro de 2022

Dudé Viana e Janaína Leite lançam clipe - Kie Estas Mia Amo? - Celebram Dia da Amazônia (5/9) em Esperanto

Música: ‘Kie Estas Mia Amo?’ (Dudé Viana). Videoclipe com Dudé Viana e a professora e musicista Janaína Leite - em homenagem ao Dia da Amazônia, celebrado nesta segunda-feira (5/9). - “O verde do Esperanto, que significa aquele que tem esperança, com o verde da Amazônia, que é uma esperança para o mundo...”, - disse um amigo meu. Clipe gravado na tarde de quinta-feira, 01 de setembro de 2022, na Trilha dos Saguis, do Campus da UFRN, em Natal.

Filmagem e edição: Pedro Wlgwrlhes

Agradecimentos: Celso Pinheiro Janaína Leite Pedro Wlgerlhes Kie Estas Mia Amo? (Dudé Viana) Kie estas mia amo? Kie kaj kun kiu? Diru al mi amiko Kie estas mia amo? For de mia amo Kien mi iros? Kiu ploras tie ĉi Estas mi, estas mi! La birdo flugas en la ĉambro Kien mi iros, amata Dio?! Mi tial ploras, For de mia amo! Olá, gente amiga! Se você gostou, se inscreva no nosso canal e deixe um like, comentário ou compartilhe. Obrigado, de coração! Contatos: 84 996487947 (Whatsapp) E-mail: dudeviana@gmail.com Facebook.com/Dudé Viana Dudé Viana (@dudeviana) Instagram
Dudé Viana (@dudeviana) Twitter

sexta-feira, 2 de setembro de 2022

Dudé Viana lança clipe de O Enganador, no Youtube, com participação da atriz Tarisca

Olá, gente amiga! Mais um fim de semana chegando, que seja de muita harmonia. Como se sabe, a vida é muito curta para perder tempo com coisas que causam o descontrole emocional, brigas, angústias, dores e até maus-tratos. E o tempo ensina, que fazer as coisas benéficas com o coração aberto, viver fica mais fácil. Sempre existirão desafios, mas vamos rompendo e transformando o mundo no melhor palco!

Gente amiga, esse clipe está bem legal com a participação da atriz Tarisca, se vocês gostarem, deixem aquela força de sempre!
Obrigado, de coração! Saúde e paz, amigos e amigas!
Um forte abraço musical!
(Filmagem e edição: Rubens Medeiros).




Geraldo Maia, ator do programa de TV Cafundó, Tarisca atriz e o músico-compositor Dudé Viana


Fotos: Rubens Medeiros

terça-feira, 30 de agosto de 2022

Dudé Viana: O Uirapuru Potiguarino

 Homenagem

 HÁ 50 ANOS NAS TRILHAS DAS CANÇÕES

Dudé Viana (José Viana Ramalho) é natural do município de Caraúbas/RN, nasceu no Sítio Poço Redondo, no dia 5 de julho de 1950.  Cantor, compositor e violonista, Dudé se mudou para Natal em 1969. Nesta cidade foi feirante e vendia frutas e verduras com um tio, depois foi cobrador de ônibus interurbano na extinta empresa Autoviária Cabral nas linhas: Natal - Assu, Natal - São Rafael e Natal - Caraúbas, quando em uma de suas idas a Caraúbas trouxe de carona sua mãe e seus oito irmãos para Natal.

Começou sua carreira musical no ano de 1972, em Natal, e não parou mais de cantar.  Representante de uma corrente de música popular brasileira, com raízes nordestinas, canta e toca de uma maneira original e intimista, conduzindo o ritmo ao violão e a voz. Dudé Viana é um talento nato: influenciado por violeiros que sempre faziam cantoria na residência do seu avô, João Francisco Viana, aos 10 anos já tocava gaita no interior do RN e logo depois aprendeu a tocar violão e a compor músicas.

Em 1974, foi para o Rio de Janeiro, onde fez alguns trabalhos na noite, e de lá foi, em 1975, para São Paulo, onde atuou na noite. Retornou para o Rio de Janeiro no final de 1976. Foi quando em escreveu o musical infantil “O Sol, o Vento e a Chuva”, que montou em um grupo de teatro no bairro de Marechal Hermes, com a atriz/cantora Maria Zenaide. Ficaram dois anos em cartaz em teatros e escolas da periferia do Rio de Janeiro. Do final da década de 70 até 1982, fez parte do grupo musical “Galho Seco”, no bairro de Bangu, e compôs canções em parceria com os músicos Antônio Alonso e Celso Pinheiro, entre outros.

Atualmente, com seis discos individuais na bagagem, três coletâneas divididas com outros artistas e diversos shows realizados em todo o Brasil, Dudé Viana compôs canções em memória de escritores e poetas potiguares: “Outdoor de Cultura Popular" (homenagem de Dudé a Luís da Câmara Cascudo), "O Pilão Sertanejo” (poema do professor e folclorista Deífilo Gurgel musicado por Dudé) e “A Ponte” (poesia de Zila Mamede a qual Dudé musicou).

Não é demais lembrar que "A Ponte" foi incluída na trilha sonora do curta “Pegadas de Zila”, do cineasta Valério Fonseca, estrelado pela atriz Rosamaria Murtinho. O filme ganhou prêmio do Banco do Nordeste como melhor temática nordestina no 7º Fest Aruanda, realizado em João Pessoa/PB, no ano de 2011.

Discografia: “Seca no Sertão” (1980), “Embaixo das Estrelas” (1987), este com a cantora e atriz Maria Zenaide, o CD “Violas e Cantigas” (1997), o CD “Acredite em Você” (2002), o CD Acústico e ao vivo “Papo Show - isso só acontece comigo!” (2009), com participações do grupo Meirinhos do Forró (atual: Forró Meirão) e do sanfoneiro Caçula Benevides, o CD “O Andarilho das Canções” (2011) e o seu mais recente trabalho, o CD “Flor no Deserto” (2016).

Em 2013, Dudé Viana gravou o seu DVD de 40 anos de música, intitulado: “O Andarilho das Canções – Dudé Viana e amigos”, gravado no Rio Grande do Norte, em Macapá, no Rio de Janeiro e Distrito Federal. 

Participou de importantes projetos coletivos de discos como “Marechal Hermes - 90 anos de encontros musicais”, AsCEM (2002), no Rio, com a música de sua autoria ‘Toque a Vida’, do CD da Assembleia Cultural - AL/RN (2006), em Natal, com a música de sua autoria ‘Acredite em Você’, e do CD “Marechal Hermes - 95 anos de encontros musicais”,AsCEM - RJ (2008), com a música ‘Ah! Se eu fosse um poeta’, de sua autoria em parceria com Salete Pimenta Tavares. E ainda “Seis e Meia”, no Rio e em Natal, “Fim de Tarde” no Rio e shows no “SESC/São Paulo”, e em espaços de diversos estados brasileiros como Distrito Federal, Amapá, Minas Gerais e Paraná. 

Dudé Viana teve vários artigos publicados em jornais já extintos como “Notícias Populares”, de São Paulo, “Gazeta de Notícias”, do Rio de Janeiro, e “Diário de Natal”.  E outros que continuam nos dias atuais em Mossoró e Natal como “Jornal de Fato”, “Jornal Zona Sul” e “Tribuna do Norte”.

Em 2006, Dudé Viana lançou o livro "A Saga Benevides Carneiro", da sua autoria, que enfoca a verdadeira e interessante história da família Benevides Carneiro desde sua origem na Espanha até sua chegada ao Rio Grande do Norte, no século XVIII, e seus dias atuais... Sua junção com as famílias Fernandes, Gurgel, Praxedes (derivada dela) e Ramalho entre outras. Com 2ª Edição lançada em 2010.

Em 2009, A Câmara Municipal de Apodi, confere título de cidadão apodiense a Dudé Viana, pelos relevantes serviços prestados à cidade de Apodi.  Já A Câmara Municipal do Rio de Janeiro, confere voto de louvor e reconhecimento a Dudé Viana, no dia 7 de outubro, Dia Nacional do Compositor.

No momento, Dudé Viana atua na produção de shows e de videoclipes para o seu canal Dudé Viana no Youtube.